Alagonet a TV do Brasil

Alagonet a TV do Brasil

Nascente foi revitalizada por projeto do Departamento de Meio Ambiente

A fonte do bairro Santa Rita foi totalmente requalificada e entregue à população. A comunidade estava solicitando uma intervenção pública na nascente, escavada por moradores antes da oferta de água pelo SAAE, que estava completamente degradada.

O projeto “Essa Fonte Tem História”, iniciativa do Departamento de Meio Ambiente, requalificou a nascente, deixando sua água limpa e potável para os moradores utilizarem em caso de escassez hídrica.A iniciativa tem o objetivo de mapear as comunidades onde existem nascentes e elaborar ações educativas para que os moradores aprendam sobre a história da fonte, como e qual a importância de preservá-la. A Fonte Santa Rita já é a segunda revitalização feita pelo projeto.

Tatiane Santos, diretora de meio ambiente da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente de Catu, falou sobre a importância da preservação de recursos hídricos, assunto que vem sendo amplamente debatido pelo mundo. “Essa nascente vinha alguns anos agonizando aqui na comunidade, abandonada, totalmente antropizada pela ocupação do bairro. A gente veio no intuito de recuperar, querer devolver a comunidade esse patrimônio natural que precisa ser preservado, o mundo inteiro fala disso, de preservação de recursos hídricos e não estaríamos fora dessa corrente do bem”, aponta.

A água passou por testes de qualidade através de análises fisicoquímicas feitas por Florêncio Pereira Neto, analista laboratorial do SAAE. “Os processos escolhidos para as análises foram os de cor e turbidez do ph que antes estavam dando alterados. Com todo o processo de limpeza, manutenção e realocamento da água, tivemos um resultado muito positivo, a qualidade da água melhorou muito, atingindo números incríveis relacionados a cor e a turbidez e continuando com o ph neutro, que é o ideal para o consumo da água”, relata o técnico. Ainda segundo Florêncio a água não pode ser consumida diretamente sendo necessário o processo de fervura para matar bactérias e microrganismos.

Jandira da Paixão, moradora da comunidade, sempre cuidou da fonte e ficou muito feliz em vê-la totalmente reconstruída e limpa. “Ela estava um pouco morta e aí veio a prefeitura com a infraestrutura, com muita gente, educação, saúde, vigilância sanitária, SAAE… Fez a análise da fonte, a água era boa, revitalizou, eu nem acreditava! Estou alegre e quero agradecer a todos que contribuíram”, relatou a moradora.

O “Essa Fonte tem História” continuará contando com o apoio da Secretaria de Infraestrutura para revitalizar nascentes mapeadas pelas comunidades de Catu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key