Alagonet a TV do Brasil

Alagonet a TV do Brasil

Adotando as diretrizes do programa “Educar pra Valer”, Prefeitura reúne educadores da rede municipal para debater ações, planejamento e diagnóstico nas escolas

A Prefeitura reuniu, nesta sexta-feira (15), professores, coordenadores pedagógicos, diretores e equipe escolar para compartilhar a experiência do programa “Educar pra Valer”, do qual o município faz parte, visando a melhorias nos índices da Educação Básica no município.

No encontro, a Secretaria de Educação reforçou os pilares do programa, apresentou o planejamento nucleado 2019 da Educação para Anos Iniciais e esclareceu dúvidas sobre a fase inicial de diagnóstico, que será aplicada a alunos do ensino fundamental I a partir da próxima semana.

Foto: Roberto Fonseca

A intenção, segundo a diretoria pedagógica, é reconhecer as principais dificuldades em português e matemática para organizar estratégias e qualificar o ensino.

“Hoje a gente fez a partilha, de uma forma colaborativa, transparente, de como vai acontecer o programa Educar pra Valer em Alagoinhas. Sempre reforço, na Secretaria de Educação, que o pedagógico é o coração. Se o pedagógico não existir, se ele não estiver pulsando, forte, não adianta você ter um bom transporte escolar, uma boa alimentação escolar, um bom serviço de apoio, a manutenção da escola, porque a razão da gente existir é o pedagógico, é ter nossos alunos com a aprendizagem adequada e ter nossos professores com a capacidade de ensino em excelência. Esse é nosso grande foco. Desde que assumi a gestão da pasta, tenho tido uma atenção especial com a área pedagógica, pela qual sou apaixonado. E o momento, agora, que já temos boas bases plantadas na gestão, é seguir forte nas melhorias pedagógicas necessárias para assegurar, ao nosso aluno, da rede municipal, uma educação de excelência. É com esse foco que temos trabalhado”, pontuou o secretário Tácio Lobo.

Foto: Roberto Fonseca

A diretora pedagógica Keite Lima explicou que a ideia, na fase inicial do programa, é identificar quais são as principais dificuldades dos estudantes para proporcionar o apoio pedagógico e o acompanhamento escolar, traçando, a partir daí, os encaminhamentos para o processo de aprendizagem. “O que estamos fazendo é a definição de prioridades a partir de um diagnóstico efetivo para a construção progressiva e o alinhamento de ações. Por isso, está no nosso planejamento estratégico, este ano, a realização de tutorias e também de visitas quinzenais às unidades escolares.
É preciso buscar novos avanços que serão resultado de esforços conjuntos, de responsabilidade partilhada”, afirmou.

Foto: Divulgação/SECOM

A coordenadora do programa no município, Queila Oliveira, ressaltou que, além de uma meta e de um plano de ação, se trata também de “um compromisso social, já que a educação transforma realidades”.

A SEDUC informou que com a participação em programas como o “Educar pra Valer”, a formação continuada do Instituto Chapada de Educação e Pesquisa (ICEP) e novas ferramentas incorporadas às práticas escolares, pretende garantir um sistema educacional inclusivo e de qualidade nas diferentes modalidades de ensino.

O objetivo da Administração, até 2020, é elevar para 70% o índice de alfabetização das crianças no município.

Foto: Roberto Fonseca

Sobre o programa
O “Educar Pra Valer” é uma iniciativa da Associação Bem Comum, que conta com o apoio da Fundação Lemann. Liderado por Veveu Arruda (ex-prefeito de Sobral), o programa existe para colaborar na melhoria da qualidade da educação pública com boas práticas de gestão. Atualmente, 25 cidades participam do programa e Alagoinhas está entre os 5 municípios baianos que fazem parte da proposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key